Quando a saudade é demais, não cabe no peito: escorre pelos olhos.



<< Voltar à página inicial